Informações sobre Icterícia

Voltar ao índice
Icterícia
Partilhar em

A icterícia é uma condição médica que provoca a coloração amarelada da pele, mucosas e olhos, devido à elevada concentração de bilirrubina no sangue. Essa substância é produzida pela degradação das células vermelhas do sangue e normalmente é processada pelo fígado, mas em casos de disfunção hepática ou obstrução das vias biliares, pode se acumular no organismo. Neste texto, vamos abordar as causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção da icterícia.

IMPORTANTEEstas informações não dispensam um parecer médico. Marque consulta.

Sintomas de icterícia

Os sintomas da icterícia podem incluir:

  • Coloração amarelada da pele, olhos e mucosas;
  • Coceira intensa;
  • Urina escura;
  • Fezes claras;
  • Fadiga;
  • Perda de apetite;
  • Náuseas e vómitos;
  • Dor abdominal;
  • Febre.

Causas para icterícia

A icterícia pode ter diversas causas, incluindo:

  • Problemas hepáticos, como hepatites virais, cirrose, câncer de fígado, doença hepática alcoólica e intoxicação por medicamentos;
  • Obstrução das vias biliares, que pode ocorrer devido a cálculos biliares, tumores, inflamações ou estreitamentos;
  • Anemia hemolítica, que é uma condição em que as células vermelhas do sangue são destruídas em ritmo acelerado, aumentando a produção de bilirrubina;
  • Doenças genéticas, como a síndrome de Gilbert, em que o fígado não consegue processar a bilirrubina adequadamente;
  • Infecções, como a malária, que pode destruir as células vermelhas do sangue em grande quantidade;
  • Reações adversas a medicamentos, como a sulfonamida e a penicilina, que podem causar lesões hepáticas.

Diagnóstico de icterícia

O diagnóstico da icterícia é realizado por meio de exames clínicos e laboratoriais. O médico pode examinar a cor da pele, olhos e mucosas e avaliar a função hepática por meio de exames de sangue que verificam a quantidade de bilirrubina, enzimas hepáticas e outros indicadores. Também podem ser realizados exames de imagem, como ultrassonografia, tomografia e ressonância magnética, para avaliar o estado do fígado e das vias biliares.

Tratamento para icterícia

A icterícia é uma condição que pode ser tratada de acordo com a sua causa. O tratamento pode variar de repouso e hidratação para icterícia leve a intervenções médicas mais agressivas, como medicação ou cirurgia, para condições mais graves. Se a icterícia for causada por uma doença subjacente, como hepatite, tratamento pode ser necessário para tratar a doença subjacente, bem como a icterícia. Para icterícia causada por obstrução do ducto biliar, pode ser necessário colocar um stent ou realizar uma cirurgia para remover a obstrução. É importante buscar atendimento médico imediatamente se você desenvolver icterícia, especialmente se tiver febre, dor abdominal, náusea ou vómito, ou se seus sintomas persistirem por mais de duas semanas.

Prevenção de icterícia

A icterícia pode ser prevenida através de medidas simples, como a vacinação contra a hepatite A e B, que são as principais causas da icterícia infecciosa. Além disso, é importante evitar o consumo excessivo de álcool, já que o álcool pode causar lesões no fígado que podem levar à icterícia. Manter uma alimentação saudável e equilibrada e praticar atividade física regularmente também ajudam na prevenção da icterícia. É fundamental seguir as orientações médicas em caso de doenças hepáticas pré-existentes, para evitar o agravamento e o surgimento de complicações que possam levar à icterícia. É importante lembrar que a prevenção é sempre a melhor opção e que a detecção precoce é fundamental para o sucesso do tratamento.

Política de Privacidade  |  Termos e Condições  |  Livro de Reclamações Online

Courtesy Parameter - Serv. Médicos UNip., Lda © 2024. Todos os direitos reservados.

Powered by Clínica do Site
Pagamento online